terça-feira, 30 de Novembro de 2010

a escolha

um filme de terror e moscatel. até depois.

yes

nunca disse

não percebo de jardinagem.

Palomar

"é preciso deitar o intruso num lugar onde não possa voltar a deitar raízes nem espalhar sementes".

Palomar

"as ervas daninhas estão de tal forma emaranhadas nas boas que não se consegue enfiar as mãos no meio para puxar".

tal e qual

todos os fins de semana quero ir a um lugar diferente dançar mas o cobertor ganha e eu sou obrigada a ir dormir mais cedo.

eu explico

dar desprezo a alguém é dar alguma atenção a quem não se quer dar nada.

tal e qual

aniversários? só o meu.

se acertar, acerto

aposto que todas as casas portuguesas têm uma caixa de Nívea em casa.

nunca disse

bastou alguém dizer que ninguém falava de Pessoa , para tu ires a correr falar. ai essa cabecinha sem ideias.

passou no teste com distinção . parabéns a ele.

eis a questão

festa ou sesta?

Palomar

ah, afinal os mete-nojo são ervas daninhas. já alguém me podia ter dito. foi o Calvino que me explicou.

pensamento doente

"interessas-me , quero conhecer-te"

pensamento saudável

"acho que és uma pessoa interessante, quero conhecer-te".

da amizade

sem qualquer dúvida, quando perdeste a minha amizade, perdeste a melhor amiga que podias ter.

sou tão popular

dizes, "podia ter sido eu a escrever isto" mas nunca és porque tu só queres ser como eu mas não és, és só tu e ser tu é querer ser como os outros.

eu explico

quando somos amigas devemos chamar aquela amiga paranóica à razão. vai doer, mas faz parte das regras da amizade. não vale só passar a mão pela cabeça. um dia ela agradece e deixa de viver assim, frustrada.

nunca disse

deixa-me adivinhar, achas que um qualquer post meu nesta página era dirigido à tua pessoa. errado.

segunda-feira, 29 de Novembro de 2010

juro

acabei de ligar à minha mãe do quarto. ela está na sala. só para lhe pedir "baixa a televisão". está muito frio, entendes?

tal e qual

O Mourinho também merece perder.

yes

tal e qual

recebi um email que faria alguém rastejar, espumar, ladrar, ganir e no fim, calar-se.

pergunto

se fosses uma personagem de um livro qual serias?

(estou farta de pensar e ainda não me decidi, mas talvez esteja tentada a escolher a Tieta do Jorge Amado)

eu

deixei de fumar há muito tempo.

e aquelas pessoas que...

...acham que a qualidade anda de mão dada à quantidade?

oh

a minha passagem de ano vai ser estragada. o grupo dos mete-nojo vão fazer uma festa e apesar de convidada não vou. quero ir para longe.

dos seguidores no google reader

tenho um seguidor com o mesmo nome do meu namorado.

TILIDA

a mulher que mais comentários fez ao meu blogue em apenas três dias. Obrigada!

tão bonito

adoro caloteiros. principalmente aqueles que tomam o pequeno-almoço mesmo em frente ao emprego da pessoa a quem devem algum dinheiro. são mesmo corajosos.

deixou escapar o nosso nome fofinho em público. ando a ser gozada forte e feio. entendo, porque se fosse ao contrário não deixaria escapar algo tão bom. tão bom para envergonhar qualquer pessoa.

mais ou menos isto

foi estranho sair do trabalho com esta escuridão. é um sinal. deitar mais cedo.

medindo preocupações

devido ao meu atraso de três horas logo de manhã. 2 chamadas do Zé, 14 da melhor amiga.

na biblioteca

requisitei A Imortalidade de Milan Kundera, As Cidades Invisiveis e Palomar de Italo Calvino.

recomendações da Espiral. obrigada.

domingo, 28 de Novembro de 2010

google reader

limpeza geral.

o irmão do Zé

ganhou um quarto novo. nós, vamos continuar a ter a sala para nós. podiam trocar.

juro

adoro pessoas que adoram livros de verdade.

ela explica

O Banco Alimentar conseguiu novo record de recolha de alimentos :D  Viram??? Viram as formiguinhas a saberem reforçar a toca para prepará-la para a tempestade? Viram aqueles que estão seguros a estenderem a mão aos mais frágeis? Viram as pessoas a encontrarem um bocadinho na carteira para o próximo? Viram os voluntários a sorrirem? Viram? Hoje é um dia de felicidade para todos nós. Acreditem, a felicidade é estas coisas. Não se dêem ao trabalho de a procurar onde não está. É isto.

yes

já venho

vou esperar pelo meu amor enquanto sonho com os mete-nojo.

dos livros

desde Caim que não leio um livro que me agarre completamente.

da blogoesfera

usa perfume. muitos. tantos. gente cheirosa esta.

não podia ser pior

tenho a Kitty cá em casa.

yes

no Chiado

vi o Bruno Nogueira e acho que ele me ouviu dizer, "olha o Bruno". fiquei à espera que ele me perguntasse "que é?" para lhe responder com outra pergunta "como é que consegues beijar a Rueff, pá?".

Herman José

o programa do Herman dá à meia-noite num sábado para ninguém o ouvir.

Rui Unas

o porco com mais piada que conheço.

sério?

a Rita do decote está grávida.

nunca disse

és a pessoa que mais diz mal e bem da blogoesfera. decide-te.

Nuno

um ingrato. mais uma desilusão para a colecção.

decidi algo mesmo importante

não volto mais ao café da Carmo. chega de gente sem personalidade.

a minha mãe

doente, de cama. tenho a casa para tratar.

tão bonito

a Carmo e eu continuamos sem falar.

confesso, mas sou do Boavista

tenho um fraquinho pelo Porto.

a minha mãe

riu-se do saco de água quente.

tão bonito

parece que ninguém fala com ninguém. e anda tudo a falar mal uns dos outros.

mete-nojo

passaram todos os limites.

sábado, 27 de Novembro de 2010

nunca disse

quando não sabes o que dizer, inventas. chato.

ouvi

"é sangue de preto, não faz mal nenhum".

sexta-feira, 26 de Novembro de 2010

ups

não é copular, é googlar. desculpem, enganei-me.

tal e qual

colocar a roupa em cima do aquecedor é o ritual mais usado nesta época pelos humanos friorentos. depois de copular, claro.

tão bonito

adoro gente que se trata por "prima" e "maninho". dão-me arrepios.

o homem (quase) certo

Mourinho.

a minha mãe

deixou de ir ao café da Carmo.

apresentou-me ao irmão de Lisboa pela segunda vez. "esta é a minha namorada...". e nós, "já nos conhecemos, foi no funeral".

comprou-me um saco de água quente com corações. quando foi pagar o dono da loja olhou-o com uma cara estranha.

não está no dicionário

silêncio, deveria ser usado mais vezes pelas pessoas.

mais ou menos isto

 fui ao café da Carmo com o Zé ter com o Francisco. só disse "boa tarde" e serviu o café. linda menina.

o meu chefe

preocupa-se muito com as minhas costas. "tem de colocar o ecrã ao nível dos olhos". mais nada.

tal e qual

é giro rir, mais ainda se perceberes a piada.

oh

todos se dizem com sentido de humor, vai-se a ver e zangam-se com com uma piada fofinha.

eu explico

todos os teus actos têm consequências. pequenas ou grandes.

quinta-feira, 25 de Novembro de 2010

eu explico

o hi5 foi criado para mostrar mamas, a blogoesfera sapatos. não confundam.

da blogoesfera

a blogoesfera também mostra mamas.

nunca disse

ganhar assim? esqueçam. não é bonito, é vulgar.  

na dicussão de ontem

ela disse-me, a mãe não gosta de ti, por outras palavras. acreditei mas pode ser que venha a gostar.

oh

vai nascer uma loja por baixo da minha casa. aposto que só fecha às dez e que ainda fazem limpezas até à meia-noite.

da moda

Berska é para meninas, não para mulheres.

juro

dar conselhos a pessoas cegas não as faz ver.

anda a colocar os pontos nos is.

a minha mãe

fica contente com tão pouco. exemplo: a loiça na máquina.

do meu amor

tu podes ser a Terra, deixa-me só ser água. depois logo se vê.

colegas de trabalho

está a ser lindo ver os meus colegas estúpidos pedirem desculpas ao Zé sobre as merdas que andaram a falar de mim.

nunca disse

desde que vos deixei de ler melhorei significativamente como pessoa.

yes

impressionante

esqueci-me das horas de saída do emprego.

eu explico

não preciso de passar pela dor para sentir que sou uma pessoa melhor que aqueles que nunca sofreram. não preciso de passar por dificuldades para saber dar valor ao que tenho. não preciso de perder para dar valor. mas preciso de errar para aprender. precisamos todos.

pergunto

quem são aqueles da casa dos segredos para perguntar "queres um autografo"?

juro

a pessoa que esteve a elogiar-me é a mesma pessoa que escreve mal de mim.

da blogoesfera

anda tudo farto da blogoesfera mas ninguém a consegue largar.

google reader

cada vez acho mais piada ao google reader.

tão bonito

quando o vazio diz ao vazio que não tem ar.

a minha mãe

defende-me quando estou presente.

tal e qual

errar nem sempre requer só um pedido de desculpas. por vezes, tem de ser muito mais.

quarta-feira, 24 de Novembro de 2010

e aquelas pessoas que...

... acabam uma conversa via sms com a expressão "sê feliz"?

não está no dicionário

pés, usam-se para caminhar na melhor escolha possível. podem enganar, fazendo o individuo cair.

nunca disse

desapareceram-me as sabrinas bege e quase aposto que foste tu, talvez por isso não goste que tenhas a chave da casa onde moro.

discutir

mantenho o mesmo tom de voz. frio e forte. nunca alto. faço aquele jeito estranho com a sobrancelha e meto o meu ar mais forte. sei argumentar. costumo enervar a pessoa que me ouve e é nisso que costumo errar. perdem a razão e eu deixo de gostar de estar a discutir seja o que for. discussões só com pessoas que não entram em berreiro. o truque é o tom.

eu explico

devemos sempre viver com o que temos, nunca com o que podemos vir a ter.

pensar

não dramatizar, não dramatizar, não dramatizar. logo se vê.

gatos

não gosto. prefiro canários.

mais ou menos isto

pois. o Francisco fez questão de vir em defensa da Carmo. entendeu o meu ponto de vista mas disse que ela não fez por mal. então, expliquem, quando se conta a privacidade de alguém onde é que está o lado bom disso? vindo de quem veio, ainda por cima.

nunca disse

se  lesses como dizes, escrevias "peço" em vez de "pesso". escreverias "se" em vez de "je".

aposto

vou acabar a vida sem falar com pessoas, sem dar festas a animais.

o que devia fazer, perguntam

ir contar todas as suas mentiras, espalhar tudo o que sei dela e nem sequer passar perto daquele café.

o que fizeste tu, perguntam

após a conversa com a minha mãe, enviei-lhe uma mensagem a pedir-lhe para não voltar a ter uma atitude dessas. ela pediu-me desculpas e disse que não contou nada. eu ignorei a mensagem e senti mais desprezo. próximo passo, enfrentar aquela cara.

Carmo

depois de achar que nada me ia impressionar, eis que a Carmo surpreende. foi falar com a minha mãe. para dizer o quê? que eu e o Zé discutimos um dia destes, que sou muito amiga dela, que estou sempre em casa dela e que somos muito parecidas, que bebi muito numa saída, que o Zé é um santo. tudo mentira. 

terça-feira, 23 de Novembro de 2010

eu explico

quando algo desconfortável embate sobre mim a minha cabeça cria perguntas e várias respostas para cada uma.

pergunto

há algo de errado achar que sou  a mulher certa?

pergunto

são precisas mais de sete pessoas para ser feliz?

pergunto

o amor pode viver unicamente da paz?

pergunto

dizer o que tem de ser dito face to face faz doer a língua?

pergunto

como provo que ler fazia bem à cabeça de muita gente?

pergunto

como vou trabalhar cheia de motivação numa empresa cheia de víboras venenosas?

pergunto

como páro os pensamentos negativos?

pergunto

como deixo de me importar com o que outros falam sobre mim e o Zé?

pergunto

como afasto a Carmo da minha vida?

yes

não está no dicionário

chefe, aquele que Lê o jornal enquanto os outros indivíduos trabalham.

tal e qual

lixo lixo guardar lixo guardar lixo lixo ai tão fofinho lixo não preciso disto para nada lixo ainda guardo isto? lixo guardar rasgar queimar lixo lixo lixo

do meu amor

sou pequena de mais para ser o amor que sinto por ti.

segunda-feira, 22 de Novembro de 2010

dos livros

ando a ler três livros ao mesmo tempo. foi a primeira e ultima vez.

tal e qual

adoro quando sou a ultima a rir.

nunca disse mas quero dizer

o meu blogue não tem conteúdo mas és o meu visitante número um.

tão bonito

dever dinheiro a alguém e fingir que se esqueceu.

nunca disse

já sei que tens um rabo do tamanho do Mundo, um nariz empinado, uma cara pálida, mamas pequenas e muita celulite. quando é que paras de dizer mal de ti mesma para tentares ter piada?

juro

tenho receio de fazer planos perto da Carmo. aliás, tenho medo de dizer seja o que for.

tal e qual

somos tão bons críticos dos outros mas depois vamos trabalhar com casacos com borboto.

colegas de trabalho

o Pedro está sentado a três metros distância da minha pessoa, no escritório. consegue ouvir todas as minhas conversas. tudo! e tem a capacidade de estar ao telefone com clientes e de ouvido no que eu digo. impressionante.

horas depois

ninguém quer ir falar com o Francisco. típico, ninguém gosta de se meter em assuntos de casais.

pergunto

o que será pior, estares ao lado de alguém com conhecimento que é uma merda mas continuares ou estares ao lado de alguém em que todos vêm que essa pessoa é uma merda mas seres a única que não vês?

já chega

a Carmo fez laqueação de trompas depois da segunda gravidez. tudo muito bem. tinha de ser. o problema está agora. de forma de manter o Francisco na esperança de ser pai, foi dizer que afinal pode ter filhos noutro lado (pulmões?) e fez o moço ir comprar um teste de gravidez. agora, ou somos todos muito ignorantes ou esta mulher precisa de tratamento psiquiátrico. ah, alguém vai ter de falar com o Francisco. nota: a evitar que seja eu.

tal e qual

um quarto não se quer preto e vermelho. please.

yes

homens

hoje em dia os homens também já são cabrões. não cabe só à mulher esse papel.

mulheres

é preciso coragem para cortar o cabelo à homem.

domingo, 21 de Novembro de 2010

dez minutos depois

apetece-me apagar o post anterior. só posts sobre o mesmo assunto.

o vestido da Cláudia Vieira

feio. querem mesmo comprar aquilo?

não está no dicionário

ligação, aquilo que sentes quando o teu mal estar é o mal estar de outra pessoa.

eu explico

o melhor conselho que te vou dar: não dramatizar, seja em que situação for. se conseguires, a tua vida vai ser bem mais fácil. prometo.

mete-nojo

foram para a casa do Zé bem cedo, fazer barulho. conseguiram estragar a minha manhã.

da blogoesfera

existem bloggers muito felizes. que escrevem sobre isso todos os dias. e não, não é uma felicidade falsa como tanto costumam falar por aí.

este Natal

só ofereço quatro prendas.

nunca disse

nota-se que escreves para uma pessoa em particular.

nunca disse

não me admiro que a outra seja a outra.

teen mom

as miúdas têm filhas muito novas, querem ser crescidas e casar. depois? passam o tempo inteiro a reclamar que querem sair, que têm saudades dos amigos. era giro que pensassem antes.

ir ao médico

a maior parte só vai ao hospital depois de sofrer três dias. nunca é nada, "isto vai passar".

conversa em mim e a Carmo

disse ao Francisco,
- vou fazer uma castanhada.
a Carmo de seguida,
- adoro castanhas.traz-me três.
disse à Carmo,
- quem adora só come três?

é aquele que recebe telefonemas às sete da manhã para ir levar alguém ao hospital e vai.

por fim

sobrámos os dois a escutar a música do primeiro beijo. abraçados como se aquele também fosse o primeiro.

muito bom

dançámos ao som de jambé, com a lareira acesa. cantámos músicas antigas. "já fui um conquistador". comemos camarão tigre, brindámos a nós. foi uma noite espectacular sem sair de casa.

sábado, 20 de Novembro de 2010

tão bonito

não falo com a Catarina porque andou a dizer mal de mim. mas ela insiste em estar na casa do Zé sempre que eu cá estou. porra.

José e Pilar

quando bebi café esta tarde vi que o açúcar agora tem frases tiradas do filme, fazendo publicidade ai mesmo. parece-me uma boa estratégia.

conversa em mim e a Carmo

- adoro favas.
- sei fazer.
- gosto muito de ervilhas com ovos escalfados.
- sei fazer, com bacon.
- eu e o Zé vamos jantar camarão tigre grelhado.
- fiz a semana passada.

pergunto

o que é ter um "feitio especial"? dá para tudo.

juro

não usaria um anel a imitar o anel da princesa Diana.

tal e qual

se eu namorasse comigo não me aguentava mais de uma semana. sou menos chata como amiga.

o jogo de futsal

não marcou. por um bocadinho. deu a marcar muitas vezes.

o homem que recebe telefonemas de mulheres casadas que não se importavam nada de deixar o marido para ficar com ele.

sexta-feira, 19 de Novembro de 2010

nunca disse

não nasci para ser o teu blogue preferido.

não está no dicionário

namorado, aquele que nunca se cansa de responder às tuas dúvidas quando o tema és tu e ele.

juro

dispenso manifestações de afecto em público. adoro teatro, mas odeio ser espectáculo.

o jogo de futsal

ele disse que quando marcar um golo (se marcar) irá celebrar de uma forma que só eu vou entender. vai espetar-me um linguado no meio daquela gente toda? não quero.

tal e qual

ligaram-me para me perguntar quantos anos tinha. de repente, já nem me lembrava.

vai jogar num torneio de futsal. estou nervosa, vou assistir pela primeira vez. número sete.

negócio

vou tentar abrir um negócio original. em tempo de crise é uma loucura, mas estou farta de comodismo.

pergunto

quando dizes mal tens inveja, quando dizes bem tens pena?

da blogoesfera

as pessoas levam isto da blogoesfera demasiado a sério.

tal e qual

ando a tentar arranjar uma maneira de trazer o Zé cá a casa.está difícil.

disse-me, "só vou descansar quando olhar nos teus olhos e perceber que dizem o mesmo que as tuas palavras".

o meu chefe

anda estranhamente simpático.

para a Kitty Fane

Percebi a indirecta.

Kitty, não vejas os meus textos como uma afronta pessoal. Nem tudo gira à volta do teu umbigo. Pelo menos este blogue. Não és a estrela deste blogue. Todos sabem que é o Zé. Talvez noutro, com mais meia dúzia de bloggers. Não desperdices tanto tempo a analisar quem te analisa, estarás a fazer exactamente o mesmo. É muito infantil da tua parte. Pareces uma rapariga pequena e chegas a ser ridícula. Para alguns. Existem excepções. E depois teimas em repetir-te, e a blogoesfera não é uma história infantil, nem isto é o recreio da escola. Não existem os maus e os bons. Somos pessoas. Cada um faz o que quer do seu blog e beca beca beca. Ninguém é intocável. Nem mesmo a Madre Teresa de Calcutá. Comparando aquilo que escrevo à vista de toda a gente àquilo que dizem nas tuas costas, sou um anjo fofinho. Não quero ser tua amiga. Aceita que nem toda a gente tem de gostar de ti e do teu blogue. "Não gostas, não vais". Sim beca beca beca. Essa teoria não faz cabimento nenhum.

Esclarecidas? Espero que sim. Agora tenho grão para cozer. Com a sua licença.

quinta-feira, 18 de Novembro de 2010

até já

por hoje, foi isto. obrigada.

google reader

obrigada àqueles que têm compartilhado, comentado e clicado no "gostar". estou de olho.

nunca disse

só falta alguém dizer na blogoesfera, "estou de diarreia", o resto está tudo escrito.

tão fofinho

quando ele te defende perante tudo e todos.

não está no dicionário

casamento, uma entrega para a vida onde um "sim" reúne todos os sonhos.

eu explico

homens, conseguem imaginar o que os outros homens vão dizer um dia das vossas filhas? aposto que sim.

não não não

os concursos de crianças recém-nascidas pela internet. os doentes mentais agradecem.

colegas de trabalho

procurem oferecer um vestido às vossas namoradas, vão deixar de falar nos vestidos das outras.

dos livros

estou farta de livros sobre cães e gatos.

da blogoesfera

este semana divide-se entre aqueles que colocaram um boneco no facebook e aqueles que dizem mal dos que aderiram à corrente.

juro

quando andava na escola usava a mesma roupa duas vezes seguidas. apesar disso, era muito feliz.

olá

cá vamos nós.

quarta-feira, 17 de Novembro de 2010

eu explico

uma mulher tem de saber estar em qualquer lugar. até quando está a escrever num blogue.

não está no dicionário

solidão, não teres ninguém para passar a mão pelo teu cabelo.

não não não

apaixonar-me por um blogger.

tão fofinho

o príncipe vai casar. e está cada vez mais careca.

chorei desalmadamente

recebi uma borracha verde e não consegui apagar a merda que andei a fazer.

tal e qual

posso ter fome, mas nunca os dedos gelados. não consigo comer.

nunca disse mas quero dizer

estou farta de gente snob.

conversa em mim e a Carmo

disse-me, depois de me olhar de cima a baixo
- quero umas botas iguais às tuas.
- hum hum...
- quer dizer que não vais dizer-me onde as compraste?
- exacto.

oh

vou fazer almôndegas. ai disto que fique mal cozinhado.

tão bonito

a minha colega escreveu um email à chefe a dizer para só falarem através de email. infantil.

nunca disse

cada um chora com os cadernos que quer.

tal e qual

dizemos mal dos outros para mostrar como somos bons.

terça-feira, 16 de Novembro de 2010

yes

não percebo

para que quer um careca espuma para caracóis?

tal e qual

ele diz que desenha muito bem mas ainda não vi nada. só grelhados.

as vizinhas já não servem para nada

as vizinhas servem para ligar à EDP quando percebem que não há luz no prédio. mas não, as minhas só servem para estar à janela a ver as outras aos beijos.

segunda-feira, 15 de Novembro de 2010

tal e qual

o melhor da Matutano são os pistachos.

nunca disse

"o problema não é seres cagona, o problema é escreveres sobre isso, entendes?"

não fico descalça

os atacadores são todos iguais. na Bata vinte euros, na feira um euro.

tão bonito

anda tudo de meias até ao joelho.

assalto ao carro

só fiquei zangada porque me levaram dois cds originais.K"s Choice e Placebo edição especial. o vidro do carro até pode estar em pedaços e a porta amolgada. agora os cds? os cds não!

no Natal

eu quero um Ipod. aquece-me mais que um casaco.

a irmã dele está a chegar.

do facebook

gostava de voltar a nascer e ter facebook com treze anos de idade. teria sido mais fácil conquistar o meu vizinho da frente.

nunca disse

em vez de chateares as pessoas com "vou mudar de vida", tenta mudar de discurso.

domingo, 14 de Novembro de 2010

no natal ofereço-lhe umas botas ou um casaco.

da moda

já se percebeu que basta ter uma camisa branca.

sábado, 13 de Novembro de 2010

não está no dicionário

desejo, sentimento que na maior parte das vezes nos faz confundir tudo.

tal e qual

os vestidos para a passagem de ano são sempre demasiado frescos para uma noite tão fria.

faltam cem páginas para ele acabar o seu segundo livro.

do meu amor

rir não é só rir. rir é só uma das poucas formas que arranjámos para nos amarmos.

tal e qual

sei quem é a melhor blogger mas não vou dizer.

a minha mãe

disse-me, "quero um netinho!". Zé foi aceite. quem diria.

muito bom

o meu magusto é hoje. lá na casa do Zé.

colegas de trabalho

recebi via sms os parabéns pelo namoro.

a minha mãe

faz aquela cara do gato do Shrek.

tal e qual

o bar estava vazio o que não quer dizer que ninguém se divirta. eu consigo estar bem no vazio.

tão bonito

pensar que o FMI é um bicho.

sexta-feira, 12 de Novembro de 2010

tão fofinho

engolir o orgulho.

no trabalho

contei a todos que eu e o Zé namoramos.

não está no dicionário

beijo, quando não é dado com amor mais vale nem dar.

do meu amor

ele pediu-me,"conta-me o teu maior medo".
eu não lhe respondi, "é ficar sem ti".

tal e qual

sou emocionalmente fraca.

escrever não ajuda nada

É para escrever para doer menos, então cá vai. Vou experimentar. Duvido que resulte mas estou por tudo. Se escrever ajuda quero ver se é mesmo verdade. Já foram sete cigarros seguidos. Para quem deixou de fumar é muito, não é? É. Nada, ainda não sinto nada. Continuando. Dói. Só sei que dói. Nem a merdas das letras ajudam. Só estragam. São tão boas a estragar o que parece tão bem. Numa semana consigo ver a minha vida virar e ficar um pequeno embrulho de merda. Porra para a vida. Nada, continuo a não sentir nada. E a faltam que fazem as palavras? Dói mais. Não vai fazer ninguém voltar a compor o que está errado. Parece que foi tudo em vão. Parece que foi tudo um erro. E as apostas? Tantas,não é verdade? Foi só a minha vida toda. E tudo o que se viveu ficam apenas nas palavras. Pois ficam. Tentei mas não ajudou nada. Estou vazia.Dói. Vou tentar a pintura.

quinta-feira, 11 de Novembro de 2010

yes

Carmo

disse-me, "o teu sobrinho acha que sou perfeita". já tinha percebido.

tal e qual

não há dinheiro, interessa é que tenhas mamas que por sua vez pode ajudar a trazer dinheiro.

muito bom

entalar as calças do pijama nas meias.

nunca disse

promete que não voltas a prometer coisas dessas.

aposto

os calceteiros e tudo o que venda calçado têm um acordo qualquer com os sapateiros do tipo, "agora tu, amanhã eu".

a minha mãe

olhou para as minhas UGG e perguntou, "o quê é isso?"

dos livros

quantos mais capítulos tiver um livro mais rápido o leio.

do meu amor

ele só quer que eu não sinta vazio. ele não sabe que apesar de não ter tudo já não sinto vazio.

eu explico

as pessoas gostam de transformar a tristeza em histórias bonitas para contar aos filhos. as histórias tristes também devem ser contadas sem acrescentar o cor-de-rosa. só assim. para perceberem que nem sempre o fim é um simples adeus. adeus.

quarta-feira, 10 de Novembro de 2010

Cat Amador

obrigada por gostar dos meus posts e clicar no "gosto". já percebi que é a única pessoa que o faz. não fuja.

juro

foi a primeira vez que alguém clicou no "gosto" no google reader num post meu (obrigada Cat Amador). se calhar só reparei agora que usam aquilo. também uso mas achava que ninguém usava.

não está no dicionário

abraço, dá-se, sem pedir nada em troca, quando alguém se sente perdido.

2666

não acho nada seca. nada.

colegas de trabalho

foi dia de chamar cabra à Ana e cornudo ao Victor. aqueles da casa dos segredos.

mais ou menos isto

tive de ir comprar aqueles tapetes de rato com esponja para o pulso. dói-me. aproveitei e comprei umas botas para o caso de me começar a doer os pés. pode acontecer.

mais ou menos isto

sete em cada dez mulheres têm o gosto em comum. as outras vezes são as minhas preferidas.

nunca disse

claro que és conhecida na blogoesfera pela namorada que dá peidos ( o meu portátil receita a palavra) com o namorado. claro. pensava que gostavas.

tal e qual

estão a ver aquele anel YSL que o pessoal fashion gosta? é feio. desculpem, mas é mesmo feio.

o jantar de ontem

delicioso. no peixe só não gosto das espinhas. o vinho fez-me dançar o que não é nada mau para quem gosta de cantar.

a minha irmã

pediu-me emprestado quarenta euros depois de ter gasto cem no cabeleireiro. sim sim.

tal e qual

não faço da LISTA.

e aquelas pessoas que...

...estão a ler o jornal mas sempre com o ouvido na conversa dos outros?

da blogoesfera

a maioria só dedica posts aos anónimos. quando recebem comentários bons deixam apenas um obrigada.

Francisco

achava o meu sobrinho inteligente até ficar apaixonado pela Carmo. agora nem a mentira consegue captar.

Miguel

fiquei mesmo contente quando ele me disse que adorou Caim de Saramago.

da blogoesfera

adoram fazer listas de prendas para o aniversário, para o Natal. isto é uma família. para além de comentários recebem prendas dos leitores. sortudos.

pergunto

alguém a ler "A Tia Júlia e o Escrevedor"?

terça-feira, 9 de Novembro de 2010

a esta hora

tenho de ir ajudar o Zé na cozinha. fui.

Carmo

não é uma amiga. namora com o meu sobrinho, que é sobrinho do Zé. eu só o adoptei porque nos adoramos. a convivência é apenas por causa dele. a Carmo é uma mulher pelo qual nunca iria nutrir nenhum sentimento de amizade. no passado errei ao confiar nela ( confio muito nos outros na primeira impressão) e afastei-me ( normal em mim quando a pessoa me falha).

dos livros

a ler A Tia Júlia e o Escrevedor de Mario Vargas Llosa e 2666 de Bolaño.

dos livros

a seguir vou ler A tia Júlia e o Escrevedor do mais recente Nobel de Literatura. vou desistir do Cem Anos de Solidão, sério. quanto mais leio menos gosto. fiquei triste porque tenho um enorme apreço pelo autor.

conversa em mim e a Carmo

- estás muito gira.
- obrigada.
- o Zé  não te faz elogios, pois não?
- faz.
- ahh... tinha a sensação que não.

tal e qual

se perco a minha agenda, perco um braço.

dos livros

sei que gosto de um livro conforme o número frases que acho magnificas.

mais ou menos isto

não como peixe há  mais de dois meses. eu e o Zé vamos grelhar peixe, dizem que comer sempre carne enjoa.

Cem Anos de Solidão

voltei achar uma seca. é muita gente. é muita guerra. mas quero terminar o livro.

juro

adoro quando os comentadores/leitores deste blogue percebem exactamente o que quis dizer numa frase. porra, é que adoro mesmo.

homens

teimam em dizer "és a mulher da minha vida", quando sabem que "não era bem isto que queria mas foi o que apareceu".

tão fofinho

o namorado dela sair às oito da manhã e espetar-se no café enquanto vê a namorada trabalhar. com as olheiras até ao chão e com mais vontade de ir dormir que beber um galão.

nunca disse

um escritor não gasta tanto tempo a escrever num blogue. pode gostar do feedback, mas o tempo é dedicado ao que realmente interessa.

juro

de repente apetece-me ir conhecer Colômbia e experimentar a comida deles.

mais ou menos isto

sete pessoas repararam no meu novo corte de cabelo. já o tinha lavado e arranjado com os meus braços, mãos e secador.

a amiga

ofereceu-me uma peça para a Pandora que não tenho. diz "friends forever".

o meu chefe

já usa castanho e verde. estou muito orgulhosa.

Cem Anos de Solidão

começo a gostar. mas sem achar fantástico.

Cem Anos de Solidão

começo a gostar. mas sem achar fantástico.

juro

odeio que me olhem de cima a baixo sem me dar tempo de virar as costas para não reparar.

nunca disse

tens tantas ideias, lembras-me uma salada de fruta.

o irmão do Zé

teve um acidente. felizmente, nada de grave.

Miguel

o amigo de infância ligou-me. já tinha saudades de falar com alguém tão parecido comigo.

está a viver em Portugal há relativamente pouco tempo. não é português.

segunda-feira, 8 de Novembro de 2010

conversa em mim e a Carmo

- como foi o pedido?
- emotivo. especial. não só pelo pedido, como pelas palavras que ele me disse. muito especial para os dois.
- ah... olha aqui a mensagem que o teu sobrinho Francisco me mandou. diz coisas lindas, para ele sou perfeita. beca beca beca...

entretanto fui embora.

comeu pela primeira vez um pastel de Belém, viu pela primeira vez de perto a Torre de Belém e o Padrão dos Descobrimentos. no fim disse, "se calhar, não conheci muito do Mundo para conhecer do teu lado".

conclusão

dou demasiada importância ao podre das pessoas. deito fora, mas até deitar, dou por mim à procura de um pedaço que se aproveite. 

do meu amor

não, não chocamos. temos uma forma de pensar muito parecida, uma maneira de viver o amor  muito parecida. temos respeito, orgulho e muita consideração um pelo outro. já discutimos, e foram brigas feias mas sem importância. crescemos sempre. não voltamos a repetir o mesmo erro. o abraço fica mais forte. agora chocar? não. nunca tive uma relação tão pacifica como esta.

no trabalho

entro muda, saio calada.

dos livros

Cem anos de solidão, continuo achar o livro secante. o que fiz de errado?

conversa em mim e a Carmo

- Então? Pediu-te em namoro?
- Pediu.
- O Zé gosta muito de ti mas lá está, os vossos feitios chocam.

texto longo

se criasse um blogue cor de rosa, com uma gaja boa no template, meia dúzia de links ao lado, escrevesse sobre homens bons e coisas boazinhas, vocês diriam que era fotocópia de quem? pois. agora imaginem que crio um blogue cor de rosa, com meia dúzia de sapatos no template, links de escritores e pessoal antigo da blogoesfera, escrevo sobre a preparação do meu casamento, botas e malas e não escrevo mais do mesmo, vocês diriam que era fotocópia de quem? pois. este texto todo para dizer que o primeiro é sempre o genuíno, o que vier a seguir é? fotocópia, imitação. assim como as pantufas e as UGGs (desculpem a comparação). os primeiros são os primeiros. não necessariamente melhores, mas os primeiros.

eu explico

isto de escrever um blogue é uma questão de ego. achamos todos que temos coisas giras para dizer. pensamos coisas giras. temos opiniões giras. sabemos tudo. e como somos tão bons temos de partilhar. egocêntricos. é o que é.

domingo, 7 de Novembro de 2010

Belém

é o sitio, é o local. o nosso futuro começou ali.

pediu-me em namoro. emocionou.me. está oficializado, é o que interessa. é tão bom sentir o que sinto. 

sério?

alguém que segue marketing não precisa de criatividade.

juro

tenho pena daquelas pessoas que nunca chegam a criar nada. simplesmente fazem das ideias dos outros a próprias ideias. sério, tenho pena.

e aquelas pessoas que...

... passam o tempo inteiro a dizer, "gosto tanto de ti, tu sabes que gosto"?

eu explico

os homens podem mudar. sem sermos nós a forçar, claro. só o amor os muda. quando é real, puro. sem a obrigação de... mas com medo de perder a...

yes

ahahahahahah

quando me dizem que o livro preferido é o da pipoca.

lembram-se do Ivo que chama monte de merda à namorada?

bateu-lhe. continuam juntos.

tal e qual

é giro ver o meu irmão à procura de algo que gosta muito e não encontrar. é bom ele sentir o que os outros sentem.

tal e qual

o poder não é teu, tu és igual a qualquer uma de nós. quem te deu esse poder fomos nós. porque quisemos. tu só aproveitaste. foste esperta. o poder são os outros que definem. só isso.

nunca disse

escreves mais ou menos mas fazem de ti melhor do que és.

conversa em mim e a Carmo

- Acho que amanhã ele me vai pedir em namoro.
- O Francisco já me pediu. Foi super romântico. Na cama.
Ah.

Carmo

a Carmo quer mudar o visual do meu sobrinho Francisco. começou com aquelas camisolas às riscas e um cachecol. e os sapatos de vela. tipo, não.

a minha mãe

afinal não usou as minhas sabrinas. quem as tinha era a minha irmã. lata.

a casa do Zé está em obras. só pó.

sábado, 6 de Novembro de 2010

engraçado

há pessoal na blogoesfera que até já usa as minha expressões.

tão fofinho

é já amanhã. parece que vou casar mas é só um pedido de namoro.

eu explico

nada está ligado. as pessoas gostam de pensar que sim, para ser mais bonito. uma visão romântica da vida. não é, só se gostava que fosse.

tão bonito

tenho uma amiga que sempre que vai para a diversão nunca me convida. já eu, levo-a de férias comigo, a jantar mesmo quando estou com o meu namorado, ao cinema, quando faço jantaradas, vou à praia, enfim...

dos livros

estou achar Cem Anos de Solidão uma seca. sério.

engraçado

como já há pessoal a googlar "amulhercerta".

yes

eu explico

felizmente as pessoas não são obrigadas a ouvir o que achamos delas. felizmente, caso contrário andava tudo à porrada. infelizmente, porque temos de guardar muito para nós. e os pensamentos por vezes são piores que as palavras ditas. quem me dera. oh.

nunca disse

dizes que tens de ser tu mesma. concordo, mas acrescento, tenta ser menos arrogante e com mania da superioridade. é desagradável.

nunca disse

tens necessidade de mentir conversa sim, conversa não?

cada vez gosto menos da Carmo

teimo em não ir àquele café tomar o pequeno-almoço. sério. mas vou. e saio de lá sempre com vontade de nunca mais voltar.a Carmo é dona do café. hoje foi a conversa do, "em nove anos nunca discuti com o meu ex marido". e eu a pensar, "deve ser verdade".

e aquelas pessoas que...

...pensam que um casal nunca deve discutir?

juro

txiii, a Popota parece tudo menos um hipopótamo. talvez uma cabra.

Vampires Suck

é uma porcaria. se o outro foi, este acaba por ser mil vezes pior.

marcas do passado

ah, quando tentava adormecer, já em minha casa, tive medo que o Zé fosse, às escondidas, para os bares e assim. alguém me marcou negativamente nesse sentido. é por isso.

sábado de manhã

já há muito tempo que o meu sábado de manhã não era assim. normalmente acordo com o Zé, desta vez vou buscá-lo para tomar o pequeno-almoço comigo.

tal e qual

ontem adormeci com o Knight and Day, acordei com o Zé a esfregar o dedo perto do meu ouvido.

sexta-feira, 5 de Novembro de 2010

a esta hora

devia estar com as botas calçadas e à porta de casa à espera do Zé. lá vou eu. hoje volto.

o Alvim tem a mania que escreve bem, depois as meninas concordam e ele acredita

o texto não está nada de especial. vêem um homem escrever sobre amor, derretem-se. "tão lindo, espectáculo de texto". oh. queria ver se tivesse sido a Margarida Rebelo Pinto ou a Clara Pinto Correia.

eu explico

quando fazes algo de bom, não precisas de acenar a bandeira para mostrar ao Mundo que fizeste algo de bom. só mostra que és boa quando o rei faz anos.

grávidas

expliquem, porque que as grávidas adoram dizer o que vomitaram, a que horas, onde foi, essas tretas?

e aquelas pessoas que...

...fingem ingenuidade?

das pessoas

perdi a vontade de andar atrás das pessoas. de esperar mais delas. de as agarrar a mim com medo que fujam e me deixem sozinha. perdi a vontade de salpicar a minha alma com gotinhas de afecto e mais dois ou três empurrões. as pessoas não merecem o esforço.

juro

hoje vi um Iphone 16g por 190euros. desbloqueado. novo. e tão fofinho.

desculpem assim de repente

dividir temas de homens, temas de mulheres. mas tem de ser para as coisas ficarem definidas. os homens podem falar do Lanvin e coiso, mas só entre os amigos ou se tiverem uma mulher que vista a marca. "o Lanvin fica-te mal, estás gorda". só assim. as mulheres falam do Bublé, das roupas, das malas, e isso.

nunca disse

homens não escrevem sobre Lanvin, nem H&M. isso é assunto para blogues de mulheres (algumas). tá? tá.

nunca disse

não precisas de ir ver o Bublé actuar para aprenderes qualquer coisinha.

tal e qual

não sei se quero ir amanhã à festa, mas Domingo vou. a correr e a saltar com o meu amor para qualquer lugar. e tenho a impressão que me vai pedir em namoro. e eu vou dizer sim e está feito.

quinta-feira, 4 de Novembro de 2010

oh

ouvi as palavras mais lindas de sempre. tenho uma sorte do caraças.

cinema

não perder, A Rede Social, um filme de Aaaron Sorkin e David Fincher sobre o facebook

e aquelas pessoas que...

...têm na testa escrito "sou tão cínico"?

dos livros

comecei a ler Cem Anos de Solidão do Garcia Marquez. em simultâneo 2666 de Bolaño.

há um ano atrás

percebi que estava apaixonada mas teimava em não admitir. em esconder. acreditem, a pior mentira é aquela que contamos a nós mesmos.

juro

a única coisa que tenho da Chanel é o perfume. o resto passa tudo pela Mango e mais recentemente Naf Naf.

tal e qual

a Optimus tem telemóveis baratos, giros, bons. mas porra, são Optimus e ninguém usa Optimus.

dos livros

até gostei de ler Os Cus de Judas.

da amizade

o Bruno Nogueira disse que o novo livro do Lobo Antunes é espectacular.

oh

chateei-me. nem sei porquê.

colegas de trabalho

vou dar prenda de Natal à colega-amiga a quem dou prenda todos os anos no aniversário. easy. vou receber prenda de uma colega com que simpatizo.

dos livros

tenho impressão que já toda a gente leu Gabriel Garcia Marquez. ou leram, ou dizem que leram. e ficam felizes porque leram um Nobel, é giro e intelectual.

depois da Bárbara...

foi a vez do Luís Represas. todos nós podemos editar um livro, basta conhecer as pessoas certas beca beca beca ser famoso beca beca beca e tal.

mais ou menos isto

Também quero! uma parte. oh.

da mentira

só uso a mentira em situações de extrema dificuldade. mas uso. nunca usei a mentira para dizer que estou em casa, mas estou na rua. troquei emails com A, mas afinal foi com B. nunca mais falei com o XPTO e afinal ando a falar. odeio o Manel, quando até gosto dele. não. a mentira é para ser usada como deve ser.

eu explico

ninguém sente que aquele amor será para sempre no primeiro contacto. ninguém. o amor nasce de algo mas não é da certeza, de certeza absoluta.

Kings of Leon

o novo single está muito bom.

eu explico

pelo Google Reader consigo saber quem é interessante. chato. rotineiro. aborrecido. alegre. falador. deprimente. apaixonado. alegre. dorme pouco. lê muito. só vê series. é solitário. e chega, porque o Google Reader não é o meu melhor amigo, não me conta tudo.

sério?

então mas não me digam que a blogoesfera inteira comprou os bilhetes para o Bublé mas decidiu não ir.

grávidas

encontrei uma amiga grávida de cinco meses. imaginam o que ela me disse? nem vou dizer. é tão básico, pá. sim, é isso.

José Rodrigues dos Santos

este senhor é esperto. deu uma entrevista no canal que o Zé vê, convenceu-o a querer o Anjo Branco ( o novo livro). e como eu gosto de o ver feliz, ofereci-lhe. ah, também escrevi uma frase lamechas na primeira folha do género "para o meu anjo beca beca beca...".

juro

prefiro que a minha mãe cozinhe do que ande no facebook a plantar batatas.

quarta-feira, 3 de Novembro de 2010

oh

perdi um atacador de uma bota que adoro. sério. gosto mesmo dela como irmã. agora não encontro nenhum igual ou parecido, vá. e o caraças dos chineses não vendem atacadores castanhos, só pretos ou brancos. não percebem nada disto. já perderam um euro e quarenta e nove.

mais ou menos isto

se contasse sempre contigo e com o teu feeling, e não seguisse a minha intuição de mulher estava muito lixada. quebrar regras vale, é só preciso cuidado e o meu intimo permitir.

nem mais

comprei para a mana o livro de Ana Faria "Sapatilhas de cetim".

pergunto

as moscas servem para quê?

mais ou menos isto

vou ao cabeleireiro talvez duas vezes por ano (três no máximo). não gosto. é uma seca. para além disso nem de cortar o cabelo gosto.

2666

ando a falhar redondamente.

a minha mãe

disse-me," estás muito chique".

finalmente

ordenado na conta.

disse-lhe," não me compres a mala, temos de poupar".

saudades

das nossas férias juntos. foram pequenas mas isso nem sequer interessa.

yes

criticas literárias

tenho a mania de ler as criticas literárias online de todos os livros que compro. antes de os começar a ler. e digo sempre," nunca mais leio criticas literárias, tiram-me a vontade de ler os livros". mas volto a ler.

sério?

blogger é profissão hoje em dia.

eu explico

uma peça H&M é H&M não é Lanvin.

eu e o Zé

demos o primeiro beijo em frente a dois colegas. começamos a preparar as pessoas para não terem um choque.

afinal o Lobo Antunes (ainda) vende

seus doidos. tanta coragem.

ah, é verdade

ainda não recebi.

a poesia

tenho esperança. vou agarrar num livro de poesia, vou perceber e não vou querer outra coisa. quem sabe.

terça-feira, 2 de Novembro de 2010

please

tudo menos "mor". obrigada. é que sou eu e mais de metade dos portugueses a virar a cara.

tão fofinho

só não vou ver o Bublé porque não gosto. mas pela cena do "sou tão fashion" seria capaz de ir e levar o cinto da LV.

encontrei uma coisa feia na Ana Rita

as orelhas. parece um elfo.

não não não

desconfio das dicas caseiras. gema e mel? parece-me que é usado para tudo e mais alguma coisa. não. só na comida.

tal e qual

olha a moça do mini-saia no programa da Ana Rita. tem tiques na boca.

qualquer dia vou trabalhar no inverno de perna à mostra

mas apresentadoras/actrizes nunca têm frio? só vestidos lindos sem meias. sempre de perna à mostra. não se faz.

a minha irmã

arranjou trabalho na loja onde trabalha a minha inimiga número dois. oh sorte a minha, agora vai ficar a saber de tudo sobre a minha vida.

juro

é fácil ver pelas rugas que fazes ao canto do lábio que estás chateada. é uma questão de vires esclarecer as coisas. prometo que vais perceber e tudo vai voltar ao que era antes. mas vá, pára de mentir que não combina com os teus olhos verdes.

oh

o Zé quer oferecer-me uma mala. estive na loja para a ver a dita mala. a senhora dona da loja é tão lenta que desisti. prefiro meter a carteira, as chaves, os lenços e os cadernos no bolso das calças e nem me conseguir baixar. pronto.

mais ou menos isto

antes uma pessoa tinha de mudar os relógios todos em casa quando a hora mudava. agora? agora já nem sabe se deve mudar, se está bem ou não. eles mudam sozinhos. baralha-me.

tão bonito

hoje perguntei à Carmo o que estava achar do livro que lhe emprestei. respondeu, "uma seca!mas estou quase acabar". o que me fez perguntar,"estás em que parte?". respondeu,"não sei, tenho de ir ver". fugiu e não a vi até agora. conclusão? pois.

nunca disse

"tu não escreves, usas as palavras dos outros para manteres essa imagem".

a esta hora

devia estar a desligar o pc e ir beber café com ele. hora certa.

mais ou menos isto

tenho pena, mas vou suspender o ginásio. a vida está cara. para substituição vou ter uma bicicleta em casa transformada pelo Zé.

disse-me," quando tiver condições vou pedir-te em casamento".

tal e qual

12 anos é muito cedo para perder a virgindade, pá.

juro

sou boa a inventar conversa na falta da mesma. sou boa. mas preciso sempre de um pequeno apoio e dispenso um "sim" ou "não" a todas as perguntas que faço.

yes

e aquelas pessoas que...

...querem a fama a todo o custo e acham que a melhor forma é ir para um concurso televisivo dizer que andaram com xpto famoso?

juro

já usei o blogue para enviar recadinhos.

da blogoesfera

tanto esta blogoesfera adora a Audrey Hepburn.

segunda-feira, 1 de Novembro de 2010

a esta hora

devia estar a ler as páginas que não li nos últimos dois dias. já vai.

ver a casa dos segredos não é motivo para ter vergonha

é tão óbvio que aqueles que escrevem posts sobre a casa dos segredos vêem o programa mas inventam mil e uma maneira para dizer que "calhou", "liguei a televisão e estava a dar", "enganei-me no canal" ou "falaram comigo no dentista". é isso e lerem livros do Paulo Coelho. é só admitir, não custa nada.

tão bonito

depois existem aquelas mães chatas, que criam um facebook para controlar as fotos dos filhos.

yes

a esta hora

devia desligar o portátil, voar para os braços dele para jantarmos juntos. é a hora certa.

pergunto

quando não bebem café também ficam com dor de cabeça?

tal e qual

quero ver como consigo dormir esta noite e acordar amanhã para trabalhar.

estes últimos dias

dormir. comer. dormir. comer. dormir. comer. e por aí adiante.